Review | Kimi No Na Wa (Your Name): uma das melhores animações japonesas que já vi!

A mais nova obra prima do cinema japonês, Kimi No Na Wa, surpreendeu e maravilhou o mundo inteiro.

Em agosto de 2016 o cinema japonês lançou mais uma de suas obras primas, Kimi No Na Wa (Your Name), do diretor Makoto Shinkai que, por mais que tenha um bom histórico de bilheterias, chegou ao seu ápice, recebendo por conta do mesmo o prêmio de Melhor Realizador de Animação no Annual Japan Movie Critics Awards. Um detalhe interessante é que, desde o seu trailer, o filme já estava com grandes promessas de estréia, e com um suporte internacional impressionante. Confiram:

A história trata de dois jovens japoneses, um rapaz de Tóquio e uma garota de Itomori, cidade pequena do interior, que repentinamente passam a trocar de corpo durante algumas horas do dia, cerca de duas ou mais vezes por semana, e tentam adaptar-se a esse fenômeno, trocando informações entre si: escrevendo em diários em seus celulares ou em seus próprios corpos para que a comunicação fosse possível, chegando a estabelecerem regras sobre como se portar e o que fazer. Eu gostaria de poder descrever mais algumas situações que são, de fato, brilhantes no seu roteiro, mas Kimi No Na Wa é o típico filme que ninguém pode dar-se o direito de estragar a história com alguns spoilers. Mas, vou tentar passear superficialmente sobre os fatos.

A verdade é que esse filme me surpreendeu em diversos momentos, trazendo uma história (que muitos achariam comum) de uma maneira esplêndida, transparecendo que: não é apenas uma troca de corpos, não é apenas um romance entre duas pessoas distantes, e arrisco a dizer que o roteiro sequer focou muito nesses aspectos se for comparar com a angústia que sentimos ao não termos as devidas respostas. Nos são lançados questionamentos o tempo inteiro, seguindo muito pela visão de Taki tentando entender o que acontecia – algo que, vemos em seguida, é genético e que Mitsuha trouxe consigo. Fora, é claro, que o medo que sentimos deles esquecerem totalmente a experiência que tiveram, tanto quanto o que sentiam e sabiam sobre o outro, é arrasador, ainda mais considerando que isso realmente aconteceu algumas vezes ao longo do filme. O enredo é tão amplo que abre margem para idéias de ficção científica a respeito do cometa que formou a ilha de Itomori e que poderia ter iniciado todo esse ciclo de troca de corpos na família de Mitsuha. É interessante que o artifício científico choca-se e se partilha com as ideologias religiosas e sobrenaturais típicas da cultura asiática em diversos momentos (como em relação à teorias sobre o tempo e sua modelação), mas de forma harmônica e complementar.

OST (trilha sonora) foi impecável, adequando-se perfeitamente à história e, principalmente, à fotografia do filme, que também foi de tirar o fôlego. Os cenários e suas cores foram como uma inundação de arte, trazendo lugares que realmente existem no Japão (deixarei imagens comparativas no final do post) de uma forma ao mesmo tempo lúdica e realista. Na minha opinião (e digo isso como fã dos filmes de Makoto ShinkaiKimi No Na Wa é uma junção de todas as suas obras anteriores, mas aperfeiçoada, trazendo uma história inovadora em um assunto “manjado” de uma forma audaciosa que deu muito certo, e é de longe a melhor longa metragem japonesa que já vi (perdoe-me Studio Ghibli, também os amo). Então, para quem procura um mix de romance e drama, é altamente recomendável. Deixo aqui algumas imagens dos cenários do filme e os reais, no Japão:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

3 comentários sobre “Review | Kimi No Na Wa (Your Name): uma das melhores animações japonesas que já vi!

Comentem! Vou adorar saber o que acharam!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s