Contos de fada mal contados: CHAPEUZINHO VERMELHO

Olá! Continuando a saga de histórias reais dos contos de fada, trouxe a Chapeuzinho Vermelho! Caso não tenha visto, já falei sobre A Bela Adormecida e a Cachinhos Dourados. Super vale a pena conferir!

contosdefada-chapeuzinhovermelho

Uma das histórias mais populares do mundo tinha que ter outras versões, não é mesmo? Não podia ser apenas uma lição de moral com final feliz sobre não falar com estranhos: tem que ter mais!

Como falei no post sobre Contos de fada que nunca iriam para a Disney, era comum nos séculos passados os pais criarem histórias para forçar os filhos a terem medo de certas situações, evitando fazer aquilo que era errado. Nesse caso, foi exatamente assim. Desde sempre houve aquele princípio: a mãe da Chapeuzinho diz para ela levar uma cesta de doces para sua avó, indo por fora da floresta e sem falar com mais ninguém. Porém, achando não haver perigo, a menina entra por dentre as árvores e, ainda por cima, encontra um lobo esfomeado, que lhe faz várias perguntas sobre para onde vai, o que vai Caperucita_Rodrigo_Cordova.jpgfazer, se tem alguém lhe esperando, etc. Porém, há várias versões do final dessa história.

A primeira diz que o lobo indicou para a menina um caminho mais longo, e então pegou um atalho, foi até a casa da vovó, devorou-a e então esperou a Chapeuzinho chegar e a devorou logo em seguida. Depois, fora até a casa da menina e comeu a mãe em uma só dentada.

Outra diz que o lobo chegou antes à casa da avó, matou-a, cozinhou, pôs na mesa e, fantasiado de idosa, serviu para Chapeuzinho os restos de sua ente querida. E, claro, logo depois, a devorou.

Uma muito incomum, mas que existe rondando por aí, diz que a avó sequer apareceu na história. No meio do caminho o lobo começou a ameaçar a menina, vendo que ninguém sabia que ela estava ali, e ia devorá-la. Porém Chapeuzinho tentou seduzir o lobo, fazer um strip-tease, masturbá-lo e, quando houvesse uma oportunidade, fugir! Só não sei o que as mães queriam ensinar para as filhas com essa versão, mas pelo menos assim ela saiu viva.

0_3b00a_7ad308b6_l_thumb3

Sempre há aquela clássica versão, também, que diz que o lobo na verdade escondeu a avó no armário (não a comeu porque não gosta de carne velha) e apenas disse para Chapeuzinho o fez, a deixando triste e vulnerável para ele abocanhá-la de uma vez só. A menina, ao chegar na barriga, vê que sua avó não está ali e, com raiva por ter sido enganada, começa a socar o lobo por dentro e abriu um buraco para poder sair.

E, é claro, a última e mais conhecida é dos irmãos Grimm (apoiam uma postagem biográfica contando sobre eles?), do final do século 18, conta que o lobo foi, comeu a vovó, perseguiu a menina pela floresta e a devorou ali mesmo. Porém, um lenhador viu a cena e esperou até o lobo cochilar depois do almoço para abrir a sua barriga e tirar as duas lá de dentro. Chapeuzinho, vingativa, encheu a barriga do lobo de pedras bem pesadas antes que ele acordasse já que, estranhamente, um machado o perfurando não o despertou da soneca, o que o fez sentir dores para o resto da sua curta vida.

E então, gostaram? Eu já tinha ouvido rumores sobre essas histórias, mas pesquisando se descobre muita coisa “legal”! Se tiverem sugestões para o próximo conto de fadas, comentem! Eu ficarei super feliz. E obrigada!

Anúncios

9 comentários sobre “Contos de fada mal contados: CHAPEUZINHO VERMELHO

Comentem! Vou adorar saber o que acharam!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s