O lar das crianças peculiares: não tem como não adorar!

Não, não é apenas por ser do Tim Burton, por ter o Ava Butterfield ou por ser mais uma das histórias mágicas estilo crônicas de Nárnia que eu amei tanto. Fui assistir no dia da estréia na primeira sessão, e saí de lá com um sorriso petiz/infantil ponderando sobre mim.

criancaspeculiares-filme2.jpg

Não vou negar, é uma nostalgia imensa ver o nome Tim Burton na tela do cinema. Eu não via isso havia um tempinho, e estava doida de saudade. Todo aquele clima ambientado não poderia ter sido formado por outro cinegrafista senão ele, já vemos pela capa do livro. Ah, a propósito, ainda não o li, mas já comprei no site da Saraiva! Ansiosa pela chegada.

Então, para começar eu queria falar do elenco. Admito não conhecer muitos ali, mas fiquei super feliz desde os trailers ao ver Ava Butterfield protagonizando novamente! Para quem não lembra, ele fez O Menino do Pijama Listrado e Hugo Cabret, sabem? Aquele, que conta a história de Charles Meliès. Ah, e ele também foi escalado para o papel do Homem-Aranha na Guerra Civil (me decepcionou ele não ter sido escolhido). Enfim! É um ator muito bom, apesar de ter sempre as mesmas expressões assustadas e fofíneas, e eu vi um grande amadurecimento dele nesse filme.

criancaspeculiares-fotos

O filme é uma fantasia, aventura total! Conta com personagens incríveis, como daqueles circos de horrores que vemos fotos, sabe? São crianças (que são sempre crianças, vocês vão entender mais tarde) que nasceram com certas habilidades, uma mais diferenciada que a outra. É bem bizarro, mas podemos ver que são só criancinhas, sem nenhuma maldade. Todas elas nos cativam de uma forma diferente – até mesmo os mais assustadores.

A história, basicamente, é focada em Jake, um garoto que cresceu ouvindo histórias sobre livro-o-orfanato-da-srta-peregrine-para-criancas-peculiares-ransom-riggs-5550356um orfanato estranho, com pessoas peculiares, cheias de magia, mas isso tudo foi desmitificado ao longo de sua infância, quando diziam que seu avô, que lhe contava essa história, era maluco, estava inventando, criou isso na cabeça dele. E seu avô era, na
verdade, seu herói, até mesmo após sua morte – morte essa que, para Jake, parecia assassinato.

Logo ele começa a frequentar psicóloga e a duvidar de sua sanidade, achando ter visto um monstro matar seu avô, e então parte em uma aventura para o local onde as histórias que ouvia aconteciam – em busca do tal orfanato. Lá acontecem diversas coisas que põem em prova tudo o que ele suspeitava, e o instiga a ser corajoso – coisa que nunca fora antes.

Odeio dar spoilers, então vou dizer apenas isso a respeito da história. Mas já adianto: vai ter continuação! E eu não podia estar mais empolgada para isso do que estou, sério. Cada uma das crianças me instigou de um jeito diferente, e estou ansiosa para descobrir o resto das peculiaridades.

Bom, estou recomendando a todos que encontro na rua, e não poderia faltar à vocês! Assistam, me digam o que acharam, e esperem comigo por mais desse universo! Obrigada!

criancaspeculiares-filme
PS: meus favoritos
Anúncios

4 comentários sobre “O lar das crianças peculiares: não tem como não adorar!

Comentem! Vou adorar saber o que acharam!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s