O Meu Pé de Laranja Lima – Indicação Lunar

Olá! Antes de tudo, explicações. Passei essa semana sem aparecer por aqui, responder comentários, postar, porque está cada vez mais perto do ENEM. Acreditam? Está uma correria. É Aulão de Revisão de um lado, simulado de outro, então está um pouco corrido. Mas finalmente tenho um sábado livre para postar, e vim trazer para vocês um de meus livros favoritos no mundo! Sim, nacional!

Para começar, eu tenho o livro da esquerda, mas sou apaixonada pela capa do da direita. Pessoal, esse livro fez tanto sucesso, publicado em 1968, que foi traduzido para quase vinte países, em mais de cinquenta idiomas, e ainda ganhou filme em 2012 ou 2013, não me lembro direito.

cena-do-filme-meu-pe-de-laranja-lima-estrelado-por-jose-de-abreu-e-o-ator-mirim-joao-guilherme-de-avila-o-longa-e-a-versao-para-cinema-do-livro-infantil-homonimo-de-jose-mauro-de-vasconce

Mas vamos para a história! Logo de início devo dizer que até mesmo a linguagem usada é linda. O protagonista, Zezé, é apenas uma criança de cinco anos de idade – e daquelas bem criativas, sonhadoras e boas. Boas de verdade, sabe? Ele diz que todos falam que ele é filho do diabo, que ele apronta muito, que é uma pessoa ruim, mas é apenas um garoto que brinca muito, com coragem para fazer as coisas. Ele tem alguns irmãos do tipo clássico, que brigam mas amam. Glória é a mais velha que ele mais ama, que o defende e é a única que não o bate. Tem também o caçula que ele ama tanto, mas tanto, que vive junto, elogia a voz do menino Luiz, e sente o maior orgulho, chegando a chamá-lo de rei. O seu pai é desempregado, sua mãe trabalha em uma fábrica, e eles tem que se mudar para uma casa mais barata.

Ao se mudarem tem várias árvores no quintal, e cada um pode escolher uma. Suas irmãs mais velhas escolhem grandes, Luiz o mesmo, e para ele sobra um pequeno e frágil pé de laranja lima. De início ele não aceita ter uma árvore sem graça, mas com muita criatividade acaba fazendo amizade com ela, que é chamada de Minguinho – ou Xururuca, em momentos mais carinhosos. Ele contava para Minguinho todas as coisas que ele aprontava, “viajava pelo mundo” com a árvore, e estava sempre compartilhando segredos. É uma amizade tão linda e pura que me fez chorar várias vezes enquanto lia.

Mais um motivo para Zezé ser tão especial: ele tinha uma vontade de aprender enorme! Adorava saber as coisas que seu tio Edmundo conta, e aprendeu a ler sozinho com cinco anos – mentindo na escola ao dizer que tem seis, para poder se matricular.

Mas, apesar de tudo isso, ele tem uma vida bem sofrida. Não ganhava presentes de Natal, tinha que trabalhar na rua, o culpavam por tudo, batiam nele por qualquer coisa, e era muito descompreendido um livro que me lembra bastante O Pequeno Príncipe, apesar de um outro universo. Ele já chegou a faltar uma semana de aula por causa dos ferimentos que deixavam nele, tendo muitas sequelas.

cena-do-filme-meu-pe-de-laranja-lima-estrelado-por-jose-de-abreu-e-o-ator-mirim-joao-guilherme-de-avila-o-longa-e-a-versao-para-cinema-do-livro-infantil-homonimo-de-jose-mauro-de-vasc (1).jpg

Ah, é claro, tinha também o português Manuel Valadares! Ou, mais comumente chamado, Portuga, que, depois de alguns problemas com o menino, passou a tratá-lo como filho, ensinando e cuidando o tempo todo. Eles eram tão amigos que Zezé dizia que o carro de Portuga, o mais bonito da cidade, era dos dois, porque amigos dividem tudo. Pessoal, eu não sei se é spoiler ou não, mas acontece algo na história com o seu Portuga que faz com que o menino adoeça de tristeza, e ninguém entende o motivo. Como se já não bastasse ele recebe a notícia de que vão cortar o seu pé de laranja lima. Ele fica mal, passa dias de cama, perde toda a alegria que tinha, e isso mexe com os leitores. Por fim, para trazer mais lágrimas, o pé de laranja lima dá a sua primeira flor branca, e ele percebe que isso é uma despedida.

Juro, eu me arrepiei só narrando esse final. É um livro que li aos 12 anos e diversas vezes, mas sempre tenho vontade de dar uma relida… Espero mesmo que levem a indicação em consideração, porque é uma leitura obrigatória para qualquer ser humano. Espero que tenham gostado!

laranjalima.png

Anúncios

14 comentários sobre “O Meu Pé de Laranja Lima – Indicação Lunar

  1. Ahhhh eu amo “Meu Pé de Laranja Lima” li no 6° ano, chorei horrores em vários momentos. Ainda não tive coragem de reler e ver o filme de agora. Ótimo post!

    P.S: Te entendo muito em relação a correria para o ENEM. É uma loucura e tanto, ainda mais se estiver – assim como eu- no 3° ano.

    Curtido por 1 pessoa

Comentem! Vou adorar saber o que acharam!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s