Criaturas folclóricas e desconhecidas do mundo

Olá! Todos conhecem o Saci, a Mula Sem Cabeça, a história do Boto Cor de Rosa, mas vim trazer pra vocês algumas lendas diferentes, que provavelmente vocês não conhecem. Espero que gostem!

01. Fetch, Irlanda

06131839841455

Há duas versões dessa história. Alguns dizem que são doppelgangers – duplicatas – completamente iguais a você, que só você pode ver quando está perto de morrer. Outros dizem que essa duplicata aparece para todos menos para a pessoa que copia, confundindo a todos. Não é como fantasma, mas aparece no momento em que você nasce e te segue durante a vida inteira, até o momento de sua morte. Se você o vê mais durante o dia que durante a noite, sinal de que terá vida longa. Senão… É só aguardar, segundo a lenda.

02. Futakuchi-Onna, Japão

06120611388330.jpg

No Japão acreditam que uma mulher foi enfeitiçada, e tem que conviver com uma boca na parte de trás de sua cabeça que come tudo que aparece em sua frente, usando os cabelos como tentáculos que ajudam na alimentação. Quando passa fome ela fica murmurando e sussurrando ameaças para a mulher. A lenda começa por três teorias. A primeira diz que a mulher vítima da maldição deixou seu filho adotivo morrer de fome, e esse espírito enfeitiçou a mãe. A segunda diz que ela foi esposa de um homem muito avarento que percebeu que ela comia muito pouco, a amaldiçoando a ter uma boca que a fizesse comer mais. A terceira, mais terrível, diz que o seu marido, sem querer, acertou um machado na cabeça da esposa, e o ferimento se transformou em uma boca. Essa história é tão famosa que o Pokémon Mawile foi inspirado nela.

03. La llorona, México

06115858937313

Essa história é conhecida mundialmente, tendo em cada país uma versão. No México a história narra que uma moça chamada Maria viveu em uma antiga vila no século 18. E, famosa por sua beleza estonteante, a garota desejava se casar com um homem rico, o que se tornou realidade quando um fazendeiro chegou ao vilarejo montado em um cavalo. No princípio, ele não deu muita atenção, portanto a mulher também se fez de difícil. Ele ficou louco, porque sendo esnobado precisou conseguir o coração dela e, consequentemente, casar com ela. A mimou tanto, lhe deu tanto luxo, que se casaram, e assim tiveram dois filhos. E aí que tudo desandou. O marido se tornou bruto e infiel, e a mulher sempre descontava nos filhos. Um dia o pegou na cama com uma mulher muito jovem e bonita, e mais rica que ela. Furiosa ela afogou os filhos em um rio perto de sua casa e, ao contar para o marido, foi abandonada. É chamada de Chorona porque logo depois disso passou o resto de sua existência chorando pelo rio e cidade chorando e chamando por seus filhos. Algumas histórias dizem que ela sequestra crianças para substituir as suas. Bizarro, não?

04. Bakhtak, Irã

06115559692302.jpg

Se você já sentiu um grande peso sobre seu peito ao acordar, tendo dificuldades em se mexer durante alguns instantes, então provavelmente já foi vítima desse monstro descrito frequentemente como um goblin. Alguns relatos dizem que é possível se ouvir os passos silenciosos no quarto, tal como um cheiro repugnante e, se tiver sorte – ou não – vê-lo sentado em cima de seu peito, tentando sufocá-lo até a morte. Então, pessoal, aquilo frequentemente chamado de paralisia do sono pode ser, na verdade, um monstro desses. Está na hora de dormir com um olho aberto e outro fechado.

05. Gjenganger, Escandinávia

06114845946292.jpg

Esses seres são espíritos que levantam de seus túmulos durante a noite com a intensão de resolver assuntos inacabados. Os Gjengangers caçam seus entes queridos em vida para que possam ter alguma companhia na morte e cumprir suas missões na Terra. Sendo uma história originalmente viking, os relatos são poucos, mas os que existem dizem que as criaturas costumam beliscar, deixando hematomas com infecção que se espalha rapidamente pelo corpo. Eles eram tão corpóreos e reais que as pessoas costumam tomar prevenções contra eles, enterrando seus túmulos debaixo de igrejas sagradas, além de espalhar cruzes por todo canto. Outro cuidado era deixar galhos espalhados em volta do caixão, para quando a criatura saísse fazer barulho e alertá-los.

06. A fauna do espelho, China Antiga

06114439527284

Como é dito em “O Livro dos Seres Imaginários”, do escritor argentino Jorge Luis Borges, a história da Fauna do Espelho é menos assustadora do que incrível. A lenda diz que havia um espelho que costumava ser um portal para universos alternativos. Por alguma razão desconhecida, o povo do espelho simplesmente decidiu atacar o nosso mundo, o que travou uma batalha terrível. Depois de muita guerra, um tal Imperador Amarelo conseguiu expulsar os invasores de volta para o espelho, selando o portal e os punindo durante toda a eternidade pelo que nos fizeram.

Nas palavras de Borges: “Um dia, entretanto, eles (o povo do espelho) escaparão da letargia mágica. O primeiro a despertar deve ser o Peixe. Nas profundezas do espelho, nós perceberemos uma linha muito tênue de uma cor que não lembra nenhuma das outras. Depois, vão despertando as outras formas. Romperão as barreiras de vidro ou de metal e desta vez não serão vencidas. Junto às criaturas dos espelhos combaterão as da água”.

07. Barghest, Inglaterra

06114344958283

Essa espécie de cão demoníaco aparece à noite somente para aqueles que devem morrer em breve, e dizem que Sirius Black, de Harry Potter, poderia ter sido inspirado em um desses bichos. A antiga lenda britânica defende que o monstro é mais um presságio de morte do que o causador dela. Entretanto, alguns dizem que eles ficam à espreita nos becos escuros esperando aqueles que vagueiam sozinhos. Há algumas lendas que narram qualidades que as pessoas precisam ter para matar um desses cães, mas há teorias demais. Uma delas diz que somente uma mulher, sendo mãe, pode ter a força para isso. Outra diz o contrário, que ao tentar atacar uma mulher que tem filho, ele é destruído.

08. Mãos peludas, Inglaterra

06113958241274.jpg

Esse é, na teoria, muito bobo, mas imagina o pânico se acontecer com você? Como o próprio nome diz, são mãos peludas, sim, sem corpo algum que frequenta estradas e enforca motoristas e pensionistas. E não, ele não tinha nenhum motivo, apenas queria ver as pessoas mortas.

09. Bal-bal, Filipinas

06113647436267

O Bal-bal é um monstro filipino que se alimenta à base de mortos, basicamente. Durante a noite ele entra nas catacumbas e até mesmo em funerais para roubar e devorar os corpos. Ele, além de nojento, é muito “traiçoeiro”, esperto, pois, após comer o defunto, coloca um tronco de bananeira no caixão para parecer que o defunto ainda está lá, intacto. Tendo olfato melhor que dos cães, ele consegue sentir o cheiro de um morto bem de distância. Além disso, seu hálito é podre. Visualmente, o monstro parece com um pássaro, e faz sons semelhantes, para se camuflar.

A tribo Tigbabau, das Filipinas, acredita que o Bal-bal pode assumir a forma humana, com língua de réptil e unhas monstruosas. Eles voam e pousam na casa das pessoas em que alguém morreu, retirando pedaços do teto com as garras e usando suas línguas para “lamber” ou roubar os cadáveres. Algumas pessoas dizem que o monstro possui o poder de hipnotizar os parentes e amigos que estão em um funeral, para poder digerir mais tranquilamente. Antigamente, o povo filipino costumava cantar e gritar em enterros para afastar os Bal-bals e evitar que eles roubassem seus amados.

Incrível, não é? E olha quem muito mais perdido, e pode deixar que vou procurar cada uma para trazer sempre mais conteúdo para vocês. Não só espero, mas sei que vocês amaram tanto quanto eu. Obrigada!

Anúncios

10 comentários sobre “Criaturas folclóricas e desconhecidas do mundo

  1. Oi! Eu adoro saber as criaturas folclóricas! Quando eu era mais nova, eu assistia um programa na TVE (hoje, TV Brasil) que falava sobre isso. Muito bom o post, agora eu já sei porque o Chaves falava da Chorona haha Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

Comentem! Vou adorar saber o que acharam!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s