Lolita #IndicaçãoLunar

Olá!  Hoje vim indicar para vocês um de meus filmes favoritos – e livros também. Se você não conhece a história de Lolita, com certeza vai se apaixonar e espantar. Espero que goste!

80526e961b62d7a2ff1ccf7d5d40c903_jpg_290x478_upscale_q90.jpgPara começar eu devo dizer que há duas versões desse filme,ideias-para-fantasia-carnaval-2013.jpg mas recomendo a dos anos 90, e não dos anos 60. Ambos são excelentes, mas não dá para comparar a protagonista, a Lolita, de um e outro. Vão entender porque. Vamos para a história.

Humphrey é um escritor que tem certo fetiche por ninfetas. No livro fica bem evidente que é uma paixão de infância, inevitável, e que ele é bem exigente quanto a isso. Ninfeta, para quem não sabe, são adolescentes, bem jovens, de atitudes mais sexuais e chamativas. Ele teve várias paixões assim, mas elas cresceram e acabaram por deixar de ser ninfetas. Acontece que ele vai morar nos Estados Unidos em quartos de aluguel, em casa normais com famílias normais. Ele ia ficar em uma casa com uma adolescente que ele já vislumbrava como futuro amor, apesar de nunca tê-la visto. Porém algo acontece e ele vai ir para a casa da vizinha, que se ofereceu. Ela, a Sra. Haze, começa a apresentar uma casa muito bagunçada, muito simples em comparação ao que ele está acostumado, e ele já pensa em negar – ainda mais pelo fato de perceber investidas da anfitriã. Porém, ao apresentá-lo o jardim, ele vê a cena mais linda que já viu em toda a sua vida.

Lolita_(film_1997)

Lolita está deitada na grama, sendo regada junto ao resto das plantas, com uma roupa branca transparente enquanto lê uma revista. Pé erguido, balançando, e isso se torna a coisa mais simples e sedutora do cinema. É uma cena famosíssima que faz todos suspirarem. É, definitivamente, amor logo de cara – por mais doentio que seja.

lola.jpgDepois do vislumbre de Dolores, Lola, Lo, Lolita, ele aceita de imediato o quarto, por menor que fosse. Passa, então, a escrever sobre a menina, que tinha uma mania de bancar a mulher – batom, roupas curtas, decotadas, mostrando a barriga, mas não de forma vulgar. De forma graciosa. Era a melhor e mais impecável ninfeta que já vira. Parecia, de verdade, aquelas ninfas que estão sempre em florestas dançando sem se importar com ninguém a olhar. Essa é Lolita.

Com o tempo ele percebe atitudes dela que o fazem delirar mais ainda. Elatumblr_mlwkqlKTxG1r51ppzo1_500_thumb[1].gif se insinuava! Sentava em seu colo, mascava chiclete olhando para ele e depois o colava em suas coisas. Mostrava seu corpo, o tocava, o deixava tocá-la… E mais. Vocês vão ver.

Humphrey, como escritor, escondia em uma gaveta, tracada, histórias sobre ela. Contos, diários, tudo. Era como um livro que sempre mencionava os três – ele, largeLolita e a Sra. Haze, mãe da amada. Ah, e ele odiava essa mulher! Odiava suas investidas – apesar de saber que ela provavelmente já fora uma ninfeta um dia em sua vida, odiava a atenção que lhe dava, quando destratava a filha e, principalmente, quando estragava as suas oportunidades com a menina.

E, para dar mais um motivo de ódio, a Sra. Haze decide mandar a filha para um acampamento de férias. Ela reluta, ele não aprova, mas vai assim mesmo – não sem antes lhe dar seu primeiro beijo de despedida, nos lábios! Ao sair para levar a menina, a Sra. Haze deixa uma carta onde declara-se para Humphrey e diz que, se ele retribui esse sentimenlolita-tranc3a7a-alemc3a3to, fique e case-se com ela, caso contrário, que esteja fora de casa até o seu retorno.

E, claro! Ele ficou. Depois de uma beijo de Lolita ele não pôde simplesmente ir embora. Seu sentimento emocional e sexual falavam mais alto. Ele ficou e casou-se com a Sra. Haze. Não cumpria bem seu papel de marido, seja na cama ou nos afazeres, porque tinha total repulsa pela mulher. Comprava remédios que derrubam para não ter noites com ela.

Algum tempo depois, bem antes da data prevista do retorno de Lolita, algo acontece. Quando Humphrey chega em casa encontra a esposa chorando muito com vários papéis na mão. Ele percebe que são seus contos sobre Lolita. Ela o xinga, o condena, diz que ele é um demônio imundo, e tudo que um pedófilo geralmente recebe de atenção. E, quando está indo embora, correndo pela rua… Puf! É atropelada. Morre na hora. Destino? É o que ele pensa. Foi salvo, mas não houve redenção. Agora, stumblr_mnrd9h9e1w1rxihnmo1_500.jpgendo o tutor legal de Lolita, ele vai até o acampamento para tirá-la de lá mais cedo.

Porém, ela está diferente. Mais ousada e desenvolvida sexualmente – tendo perdido a virgindade lá – e demonstrando muito interesse no padrasto, mesmo sabendo do casamento. Ela chega a trocar de roupa na frente dele no carro entre outras coisas. Acontece que ela não sabia onde a mãe estava, somente ddpp_lolita_1 (1).jpgque Humphrey a disse que ela estava em um Spa. Ele não soube como contar o que realmente aconteceu.

Em sua viagem de carro eles passam por muitos lugares, hotéis, motéis, e isso fortalece a sexualidade deles. Viajando como pai e filha eles se envolvem mais, e até pensamos que ela o ama, mas… É pura descoberta juvenil.

276802_62aea4fc56324d518130d6bede1244ba.jpgEm determinado momento, Lolita tenta ligar para a mãe e ele acaba tendo que contar o que realmente aconteceu a ela. Dolores fica chateadíssima! Briga por ele ter escondido, fica brava, diz que vai embora, mas é apenas uma criança. Fica e continua sendo sexualizada pelo tutor. Não, parece abusivo, mas ele a ama imensamente. É claro que ela não tinha consciência do quão errado e ruim isso seria para ela – e para ele – e por isso as suas vontades deviam ser desconsiderada. Porém o livro e filme narram a visão dele. Ele a idolatra! É um sentimento real e patológico. E até bonito.

20513140.jpgO verão acaba e eles se instalam em uma cidade grande, onde Lolita vai para a escola, faz aulas de teatro, e continua vivendo de filha e amante dele. É aí que notamos o amadurecimento e insatisfação da personagem. Ela se compara com as amigas, junta dinheiro para fugir, chora, tem nojo de si, mas continua entrelaçada ao Humphrey, que tamlolita--22ok-thumb-600x337-43736bém sofre ao ver que o amor não é recíproco. Ela tenta fugir, mas ele a pega e leva de volta para casa. Eles basicamente estão fadados a isso, e voltam para a estrada.

Eu não gosto de narrar a história assim, mas é necessário. Lolita acaba conhecendo um homem muito suspeito que a oferece oportunidades. Ele trabalha com filmes pornográficos, prostituição, e nunca fica muito claro nas obras o que ela teve que fazer para participar disso, mas sabemos que Lolita6.jpgela conseguiu fugir, apesar de ser “sequestrada” por vontade própria, e some por muitos anos.

Humphrey a procura por todo esse tempo, jamais a tirando de sua mente. Depois de quase desistir ele recebe uma carta dela. Ela pedia dinheiro. Foi atrás de sua amada e lá descobriu que muita coisa mudou. Ela, adulta, não era mais ninfeta, e estava casada, grávida, e endividada. Ele insiste para ele fugir com ela, mas ela nega. Ele dá  o dinheiro e é expulso de sua casa. Isso vira a cabeça de nosso protagonista de um jeito imensurável.

vlcsnap-01949Ele culpa o homem que a levou por tudo isso – sua mudança, sua vida nova, e sua rejeição, e acaba cometendo um crime. Ele nunca se arrependeu do sangue que derramou em sua vingança, e tinha certeza de que cada impureza que cometeu física ou mentalmente com  Lolita foi real, bonito e importante. E assim acaba a história de nosso casal épico, e uma das melhores coisas já feitas no cinema. Eu recomendo a todos que assistam seddpp_lolita_3.jpgm preconceitos e sem tabus. É uma história para se pensar, e por mais horrenda que seja, é maravilhosa.

Eu espero que tenham gostado! Quem conhece ama a Lolita, e eu sou apaixonada. Obrigada!

 

 

flickr-1461130098-image
Lolita dos anos 60.
Anúncios

3 comentários sobre “Lolita #IndicaçãoLunar

Comentem! Vou adorar saber o que acharam!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s